terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Amigo

Amigo
é quem me estende os braços
mesmo quando empunho uma navalha

Amigo
é quem me escuta se divago
e a loucura me atalha

Pus de parte a guitarra para cantar
tua chegada feita de partida
despi a armadura para lutar
por tua causa perdida

fui pelo areal feito de pedra
o coração pintado em resa e rosa
a alma do poeta é sempre em verso
nunca pode ser prosa!

Amigo
é quem me estende os braços
nus
faça o que eu fizer
esteja eu onde estiver
mesmo pregado na cruz!
Moita Macedo 

 Quadro de Elisabete Da'silva

 
Narração ao piano

14 comentários:

  1. Gostei do blogue (:

    Bgd por visitares, vou seguir-te (:
    Beijinho*

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo seu texto!Parabéns ;)
    Te sigo,bjos!

    ResponderExcluir
  3. Tendo apenas 16 anos, gostei bastante de saber do teu interesse pela literatura.
    Tens textos interessantes, parabéns!
    Abraço

    ResponderExcluir
  4. gostei , a seguir :)

    se quiser também seguir ou passar uma vista de olhos e deixar a sua opinião : olhavela.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. também adorei , o texto fantástico (:

    ResponderExcluir
  6. oie, boa noite!!!!!!visitando blogs econtrei o seu, muito legal. amei !!parabéns , amei as frases , poesias, fotos. ja estou seguindo vc. se quizer fazer-me uma visitinha fique a vontade tá, caso queria me seguir será um prazer. boa noite.bjs

    ResponderExcluir